Melasma e Verão

By | 09:00

Faz um tempo que eu quero falar sobre esse assunto de Melasma e acabava me esquecendo.

Eu uso Mirena ( um anticoncepcional intra uterino , tipo um diu ), o mirena tem validade por 5 anos e estou no segundo já.. faz 7 anos que uso.

Na troca do primeiro para o segundo, usei o adesivo durante 2 meses, e surgiu uma mancha marrom no meio da minha testa.

Fui ao dermato e na hora que ele viu já me falou que era hormonal, passei um acido por 10 dias e a mancha sumiu..ela era bem pequena tipo uma moeda de 1 centavo. E ele me avisou que era um Melasma superficial.

Mas ultimamente estou vendo muita gente com manchas grandes e por isso resolvi escrever um pouco sobre o Melasma, essa bendita mancha.

Melasma é uma distúrbio pigmentar da pele caracterizada por manchas escuras na pele. Ocorre principalmente no rosto, mas pode ocorrer em outros segmentos do corpo. Ocorre mais frequentemente em mulheres. Acontece em cerca de dez por cento nos homens.

O melasma é causado por vários factores, com destaque para características genéticas, alterações hormonais, tais como gravidez, uso de anti-concepcionais,sol, luz intensa, ou agressão entre outros. Contudo é fundamental a presença da radiação ultravioleta e, em menor intensidade, o infravermelho. Esta radiação é fornecida pelo sol e fontes de calor. A câmara de bronzeamento também é uma fonte.

O aumento na pigmentação decorre da hiperproliferação e/ou hiperfunção do melanócito, célula responsável pela produção do pigmento cutâneo (melanina). Ele não causa nenhum problema interno, mas assim como estrias, é queixa estética frequente na Dermatologia.

Existem três tipos de melasma: superficial, profundo e misto; sendo os dois últimos os mais difíceis de tratar.


Ter melasma é uma tendência pessoal. E o sol influencia diretamente para que as manchas apareçam ou se agravem. 

A pele de quem tem tendência a melasma é tão sensível que até mesmo o sol do inverno provoca e agrava as manchas. 

Conta o sol do dia todo, inclusive o da manhã e do final da tarde, seja inverno ou verão. Imagine então do que é capaz o sol do verão. 


Muitas pessoas nem chegam a bronzear o rosto, tamanho o cuidado que tiveram, mas voltam de uma temporada de verão com o melasma acentuado.


Como se proteger

A regra fundamental é preservar sua pele da exposição solar, para aumentar a chance de sair sem manchas do verão, ou de agravá-las o mínimo possível. Como fazer isso da melhor forma possível?

1- Não se exponha ao sol. Impossível? Então vamos ao próximo item

2- Evite os horários de pico do sol. Saia da praia ou piscina antes das 10:00 e volte somente depois das 16:00. Aliás, praia depois das 16:00 é privilegiada: pouca gente, sem guarda-sóis, um calor ameno, mar delicioso

3- Use muito filtro solar. Ele deve ter ingredientes físicos ou inorgânicos, como óxido de zinco ou dióxido de titânio, e deve ser anti-UVA e anti-UVB. Se for em tom de base vai incrementar a proteção, pois isso aumenta também a proteção contra a luz visível. Aplique uma camada generosa, e reaplique a cada 2 horas ou até antes, se você suar ou se molhar

4- Use chapéu ou viseira de abas largas e certifique-se de que a sombra produzida atinge todo o rosto. Observe que a sombra da maioria dos bonés não cobre o rosto todo, o que é perigoso, porque você acha que está protegida mas não está. Mesmo usando um chapéu de abas largas, parte da radiação solar atingirá seu rosto, pois a luz reflete na areia, na água ou no piso do chão

5- Sempre que possível fique à sombra de um guarda-sol. Vale a observação anterior de que mesmo assim alguma radiação solar atingirá seu rosto

6- Converse com seu ginecologista se você usa anticoncepcionais hormonais. Eles podem acentuar a tendência às manchas

7- Converse com seu dermatologista sobre o uso de medicamentos por via oral que incrementam a resistência da pele ao sol. Esses medicamentos não substituem o filtro solar, mas são uma ajuda a mais num momento em que a pele é posta à prova

8- Finalmente, não abandone o tratamento prescrito pelo dermatologista. Tratamento clareador de melasma varia de acordo com as estações do ano. Tratamentos mais agressivos são reservados para épocas com menos sol. Mas no verão é possível tratá-la com ativos clareadores suaves.

Fonte: Lucia Mandel
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial