Creme Anti-idade - Diferença nos ativos

By | 07:00

Estou em busca do meu creme anti-idade e já falei por aqui que a minha mamis quem cuida da minha cutis né? Ela me deu uma matéria para ler e achei bem interessante, vou compartilhar com vocês.

Escolhendo o seu anti-idade de acordo com a sua pele e os ativos do produto:


Ácido retinoico e retinol
O que são: derivados da vitamina A, foram os primeiros ativos anti-idade. Entre os ácidos, são os que têm o maior número de comprovações científicas. “O retinoico é o único agente aprovado e reconhecido pelo FDA (órgão americano que regulamenta remédios e alimentos) com ação antienvelhecimento”, diz o dermatologista Sergio Talarico, professor da Universidade Federal do Estado de São Paulo. Já o retinol é a versão mais branda do retinoico.

Como agem: o ácido promove uma esfoliação leve da pele, atenuando as rugas, e estimula a renovação celular e a produção de colágeno. Como pode irritar peles sensíveis, é indicado apenas para uso noturno e sob prescrição médica. O retinol, mais suave, é liberado em qualquer período do dia e sem prescrição.

Use a partir dos 30 anos.



Resveratrol

O que é: substância presente principalmente no vinho tinto e no mirtilo, rica em polifenóis (antioxidantes naturais).

Como age: protege a pele contra os danos causados pelos raios UVB, responsáveis por queimaduras e pelo fotoenvelhecimento, que provoca manchas, rugas e flacidez. Por inibir a proliferação de células tumorais, também é usado na prevenção do câncer de pele. Ainda tem ação anti-inflamatória, atenuando a acne, e restaura a luminosidade do rosto, pois reduz o ressecamento. “É indicado em especial após a menopausa, já que influencia na reparação do tônus e na diminuição das rugas”, diz a dermatologista Denise Steiner, de São Paulo.

Use a partir dos 40 anos.



Chá verde

O que é: o extrato é obtido das folhas não fermentadas da planta Camellia sinensis.

Como age: Com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, atua protegendo o DNA das células. “Sua atividade é similar à da vitamina C, pois ajuda na formação de colágeno, melhorando a estrutura e o tônus da pele”, afirma a dermatologista Carla Vidal, de São Paulo. Possui 25% de catequinas – o principal componente antioxidante –, enquanto o chá preto, seu principal concorrente, tem apenas 4%. Se comparado com o resveratrol, é um pouco menos potente. Por isso, a recomendação é aplicar em peles que apresentem os primeiros sinais da idade. 

Use a partir dos 30 anos.


Niacinamida

O que é: vitamina B3 é o nome popular dado ao composto, integrante do grupo de vitaminas do complexo B.

Como age: em peles mais jovens, atua como um poderoso hidratante e até firmador. Nas mais maduras, clareia manchas e combate linhas finas (não é tão eficaz nas rugas profundas). “Ele se destaca das outras vitaminas por apresentar várias ações e ser tolerado por qualquer tipo de pele, mesmo as mais sensíveis”, informa o dermatologista Adilson Costa, coordenador do Núcleo de Pesquisa Clínica em Dermatologia da PUC Campinas. Pode ser aplicado durante o dia ou no período da noite.

Use a partir dos 30 anos.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial