Descubra as causas das olheiras e o tratamento adequado

By | 17:20
Achei bem interessante essa matérias.. porque como usar corretivo já sabemos e quais produtos também, mas eu não tinha lido nenhuma matéria até hoje de onde vem as benditas olheiras.. a não ser do cansaço.

Depois que ví essa matéria que vou mostrar para vocês percebi que é um mundo bem além do que eu já sabia..
Bora ler.

Não há nada pior que aquele aspecto escuro ao redor dos olhos após uma noite mal dormida, não é mesmo? As temidas olheiras podem surgir de diversos fatores e, na maioria das vezes, é o conjunto de mais de um componente que atua sobre a pele, causando a hiperpigmentação da pele palpebral.

 

Segundo o dermatologista Daniel Coimbra, as olheiras podem ser de origem genética, mas também existem aquelas causadas por alterações na vascularização da região das pálpebras. “Há uma tendência para o depósito de melanina na área abaixo dos olhos e, como a pele é fina, o escurecimento é rápido e aparente”. Confira as principais causas para olheiras.:

Genética – esse é o fator mais comum, principalmente entre os descendentes de árabes e latinos. As pessoas de pele morena tendem a apresentar mais pigmentação na região das pálpebras.

Vascularização – alguns fatores estimulam o fluxo sanguíneo e dilatam os vasos da região, como fumo, bebida em excesso, privação de sono, estresse, alergia, período da menstruação, má alimentação, etc. Vale lembrar que a pele ao redor dos olhos é vinte vezes mais fina que a do resto do corpo, o que justifica a maior transparência diante dessas situações.

Pele fina – com o avanço da idade, a pele fica mais fina, o que pode transparecer os vasinhos da região. Se juntar com os aspectos descritos acima, quando há uma congestão dos vasos, a tonalidade arroxeada fica ainda mais aparente.

Flacidez – surge com a perda de colágeno na região, além do aparecimento de bolsas profundas ou sulcos palpebrais, quando a pessoa acumula líquido ou gordura abaixo dos olhos.

Deposição de pigmento – as manchas surgem pelo excesso de melanina na região. Esse fator pode estar diretamente ligado com a hereditariedade.

Como resolver esse problema

Hábitos saudáveis - “Algumas atitudes simples podem ajudar a amenizar esses problemas. Massagens locais, dormir bem, não fumar, usar protetor solar e fazer compressas locais, como com chá de camomila, auxiliam na atenuação das bolsas e olheiras”, afirma o dermatologista Daniel Coimbra.

Cosméticos - A dermatologista Vanessa Zagne indica para o fim das olheiras produtos à base de ácido tioglicólico, ácido kójico, vitamina C, cafeína e green tea. “Todos devem ser prescritos por um médico, que indicará o melhor ativo isolado ou combinado para cada tipo de pele”, garante.

Tratamento a laser – O tratamento com luz intensa pulsada e laser fracionado pode produzir uma resposta bastante satisfatória. Uma opção é o Harmony Pixel para clareamento da hiperpigmentação, que pode ser feito até mesmo em pessoas morenas. Para obtenção de bons resultados, deve ser associado a outros tratamentos adjuvantes, como peelings e cremes. ”Associamos medicamentos para melhorar a drenagem local e até mesmo agentes clareadores específicos para esta área tão delicada”, afirma a dermatologista Daniela Nunes.


Truques caseiros

Um bom corretivo é o aliado de qualquer mulher. O maquiador Edson Morales ensina a disfarçar as manchas escuras ao redor dos olhos com produtos específicos. “Prefira sempre os líquidos, que não ressecam a pele e, assim, não realçam as marcas de expressão”.

Ele ainda dá a dica: oito horas antes de sair para uma festa, coloque rodelas de pepino sobre os olhos para amenizar as bolsas. “O pepino é adstringente e ajuda a descongestionar a região”finaliza.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial